22 de outubro de 2020 - 18:28

? ºC Cuiabá - MT

Saúde

16/06/2020 07:09

SES quer mudar recomendação e apresentará protocolo para antecipar tratamento da Covid-19

O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que irá apresentar nesta segunda-feira (15), um novo protocolo para antecipar o tratamento de pacientes com Covid-19, o coronavírus, quando apresentarem os primeiros sintomas. Anteriormente, a recomendação era só procurar uma unidade de saúde quando os sintomas estivessem agravados.

Conforme o gestor, essa medida já foi adotada em alguns estados e trouxe resultados positivos, pois muitos pacientes são encaminhados a uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) antes mesmo de passar por uma enfermaria. Um protocolo da Secretaria de Estado de Saúde será apresentado a uma equipe médica para analisarem a proposta.

“É no sentido de desejar um protocolo básico para antecipar a necessidade de tratamento antes de chegar a uma unidade hospitalar, ou seja, antes da internação. Há alguma taxa de sucesso em outros estados nessa iniciativa, porém ela é de exclusividade para o médico. Não é nossa intenção sair fazendo teste em grupo, pacotinho de remédio para distribuir na cidade,” disse.

Figueiredo destacou que propôs ao prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e a prefeita de Várzea Grande Lucimar Campos (DEM) um novo planejamento para adotar a ação, visto que são as duas cidades com maiores índices de contaminação e de óbitos por Covid-19.

“Por isso propomos ao município de Cuiabá e Várzea Grande para que aja nesse momento uma discussão fase ao estado agravado que pacientes estão chegando nas unidades de referência, em um estado já muito grave, e praticamente não está dando tempo nem de passar por uma enfermaria e indo direto para UTI”, aponta.

O secretário ressalta ainda que o próprio Ministério da Saúde (MS) aprova essa questão. “Isso já existe e é desenhado pelo MS. O que se faz nesse momento é atualizar esse protocolo à luz de boas experiências que começaram a ser experimentadas em outros estados. É uma infecção que não tem tratamento especifico. A recomendação em procurar uma unidade de saúde apenas quando os sintomas estiverem agravados não foi uma decisão muito boa, os próprios estudos nos mostram isso até aqui. Se sugere então, logo no início, que se tenha um protocolo terapêutico de atendimento com medicação”, ressalta.


JD News

Portal JD News tem como objetivo primeiro o de Informar com ética, isenção e profissionalismo tudo o que acontece nos domínios da maior ilha marítima do Brasil.

Telefone para contato

(65) 999071991

E-mail: contato@jdnews.com.br

© copyright 2016 Todos os direitos reservados.

Redes Sociais